Passeio de moto… Que falta faz!

passeio de moto. Marginal Pinheiros, SP

 

Não tenho como explicar… Só quem viaja de moto sabe a sensação maravilhosa que sentimos!
Não é à toa que muitos chamam de mototerapia!

Peço desculpas aos nossos leitores pela falta de atualização no blog…
Para quem não sabe, no dia 24/02/18 eu e o Carlos estávamos fazendo um passeio curto de moto e, na volta, sofremos um acidente. Um acidente muito besta, na marginal Pinheiros, em São Paulo.
Nós tivemos a BMW roubada em janeiro (mas esse é assunto para um outro post) e é lógico que, assim que recebemos a indenização do seguro, corremos para comprar outra moto. Só que optamos por comprar uma moto custom… Além de ser mais fácil para eu pilotar (sou baixinha) também estávamos atrás de sossego…
Sei que muitas pessoas também estão mudando de estilo de moto em nome de um pouco mais de segurança!
O estilo custom sempre nos encantou… Já tivemos várias motos custom, mas optamos pelas motos trail ou naked porque, além do conforto, as motos chegam em muitos lugares. E uma estradinha de terra é tudo de bom!

Passeio de moto custom. Honda shadow
Bom… Não tinha 15 dias que estávamos com a shadow, quando saímos para um passeio rápido de moto. Pegamos trânsito na marginal e, devido à insegurança de passar com a moto mais larga e baixa no corredor, estávamos seguindo pela pista dos carros!
Foi quando o trânsito parou de repente e, na freada brusca, a moto jogou a traseira e nós, por consequência, fomos jogados no chão!

Sensacional foi a atitude de um casal que estava no carro à nossa frente… A moça nos levou de carro até em casa e seu namorado foi pilotando a moto até lá. Isso porque nós dois acreditávamos que não tínhamos nos machucado… Só conforme o tempo foi passando é que a dor veio subindo e fomos ao PS.
Uma pena! Um acidente tão besta, a velocidade baixíssima, mas a falta de prática com essa moto nos deixou em maus lençóis! O Carlos fraturou a clavícula e eu, a cabeça da tíbia (perna direita). Praticamente 60 dias sem apoiar o pé no chão por causa da cirurgia!
Depois desse tempo, ainda terei, acredito, mais pelo menos 1 mês até conseguir pisar com firmeza.

Agora você entende porque comecei o post falando do quanto é importante passear de moto para quem curte o motociclismo?

Brincadeiras à parte, estamos mesmo sentindo muita falta de nossas viagens e passeios de moto… Nunca precisamos de motivo para pegar a estrada… Deu um tempinho, tem um dinheirinho sobrando… Bora passear!

Sobrou um pouco mais de dinheiro, vamos fazer uma viagem… Porque viajar de moto, conhecer novas estradas, novas pessoas, é o que amamos fazer!

Do acidente para cá, até saímos com nosso grupo de vez em quando, mas sempre alguém tem que nos levar de carro (nem eu nem o Carlos estamos dirigindo)! Ainda bem que temos amigos maravilhosos que nos apoiam e ajudam, e até deixam suas motos em casa de vez em quando só para nos levar para passear de carro acompanhando nosso motogrupo!
Bom, como disse um amigo… Cada situação vivida serve para melhorarmos para as novas experiências! Que assim seja!
Eu já estava treinando com a moto nova para depois fazer um curso do Amaral e me aperfeiçoar na pilotagem da shadow (mais pesada e sem ABS). Agora vou ter que começar tudo novamente… Mas está valendo. O importante mesmo é não deixar de lado essa paixão de sair pelo mundo sobre duas rodas!


Então, deixo aqui duas dicas:
Sempre que pegar uma moto nova, reserve um tempo para aprender como ela funciona, para testar (com segurança) os seus limites. De preferência faça um curso de pilotagem e aperfeiçoe a técnica (deixo aqui o link do curso do Amaral Instrutor, profissional extremamente competente, conhece muito de todos os modelos e que consegue fazer um acompanhamento bem individualizado durantes seus cursos – www.amaralinstrutor.com.br )
Outra dica é… Se for pilotar na chuva (e é muito comum pegarmos chuva em algum momento, fique atento à questões básicas de segurança. Leia o post http://andarilhar.com/2015/10/01/pilotar-na-chuva-visibilidade-comprometida-requer-mais-atencao/ )

Agora, de tudo isso a lição que ficou é: economizar para comprar outra moto para mim. Porque os dois andando juntos, quando acontece um acidente, os dois se machucam! E agora, se juntarmos os dois, não dá um inteiro… Tem muitas coisas que precisamos da ajuda de uma terceira pessoa para conseguir fazer!

Eu gostaria muito que você, que leu este post até o final, deixe seu comentário: Já sofreu algum acidente de moto? Conta prá gente como foi!
Em tempo: A moto ficou inteira. Não aconteceu nada… Somente o mata cachorro deu uma entortada! Ao menos isso! rsrsrsrs

About the author

Heloisa Gaspar

Analista de SEO por profissão. Motociclista por opção...

Be the first to comment

Leave a comment

Your email address will not be published.


*