São Lourenço – Um encanto Mineiro

sao-lourenco
1 – INTRODUÇÃO 

A cidade de São Lourenço/MG é um excelente destino para quem deseja aliar tranquilidade, bem-estar e paz interior, além de oferecer passeios e diversas atrações para todas as faixas etárias. É conhecida nacional e internacionalmente pelas propriedades terapêuticas de suas águas.
2 – LOCALIZAÇÃO
Fica localizada no sul de Minas Gerais e é parte integrante do Circuito das Águas mineiro, composto por mais nove cidades: Caxambu, Campanha, Cambuquira, Lambari, Conceição do Rio Verde, Baependi, Soledade de Minas, Carmo de Minas e Heliodora. Se estiver com tempo vale a pena conhecer todas. Baependi é famosa por abrigar o túmulo de Nhá Chica, no Santuário da Conceição. Ela foi beatificada em maio de 2013.
3 – DISTÂNCIAS 
A cidade fica a 290 km de São Paulo, 275 km do Rio de Janeiro e 390 km de Belo Horizonte. De São Paulo e Rio o começo da viagem é pela Rodovia Presidente Dutra (BR-116) e de Belo Horizonte através da Rodovia Fernão Dias (BR-381), ambas em pista dupla. Todas as rodovias que levam a São Lourenço, além das duas já citadas, são em pista simples em boas condições de conservação.
4 – O PARQUE DAS ÁGUAS
Vamos começar o nosso roteiro falando do Parque das Águas que abriga as fontes em seu interior. O parque funciona todos os dias das 8h às 17h20. Acima de 60 anos paga-se meia entrada e crianças até cinco anos são isentas. O ingresso dá direito a sair e retornar, desde que no mesmo dia e em maio de 2013 custava R$ 6,00. Na verdade, o parque é dividido em dois e para se chegar ao Parque II há uma passarela sob a Rua Batista Luzardo. Os dados apresentados em 4.1, 4.2 e 4.3 foram extraídos do folder distribuído no próprio parque.
Foto 1 – Entrada do Parque das Águas.
4.1 – Um pouco de história: A história do parque se entrelaça com a história de São Lourenço. Suas águas minerais já eram conhecidas desde o início do século XIX. Na fazenda de João Francisco Viana foi descoberta pelo filho deste, Antonio, uma nascente de água pura diferente: naturalmente gasosa e muito cristalina. A notícia espalhou-se rapidamente até que o Comendador Bernardo Saturnino de Veiga adquiriu as terras em 1890. A partir de então, surgiu a Cia. Águas Minerais de São Lourenço, batizada com esse nome em homenagem a seu pai Lourenço Xavier da Veiga. Em 1905, Afonso França adquiriu essas terras dando início ao processo de envase dessas águas, consideradas até hoje como das melhores águas minerais do mundo. Atualmente a água mineral de São Lourenço é envasada e distribuída pela suíça Nestlé.
4.2 – As fontes e as águas: Ao todo são nove fontes distribuídas pelo interior do parque, cada uma delas com características próprias.
a) Fonte Oriente (Água Gasosa) – Além de possuir um sabor agradável, sua água é muito utilizada no tratamento de distúrbios renais, digestivos e certos tipos de intoxicação.b) Fonte Andrade Figueira (Água Magnesiana) – As propriedades deste tipo de água são ótimas para os tratamentos de distúrbios hepáticos, vesícula biliar e certas alterações do intestino grosso. Porém, há uma contraindicação nos casos de úlcera péptica.c) Fonte Vichy (Água Alcalina) – Sua propriedade é muito benéfica para tratar problemas gástricos, renais e de vesícula biliar. Igual a esta, só existe outra fonte no mundo, localizada na cidade de Vichy, na França.

d) Fonte Ferruginosa (Água Ferruginosa) – Rica em ferro, este tipo de água mineral serve para tratamentos de anorexia, anemia e astenia. Mas é muito importante ter cautela em seu uso, pois suas propriedades também podem causar cólicas e desarranjos intestinais.

e) Fonte Alcalina (Água alcalina) – Seu uso colabora para a melhoria em tratamentos de úlceras gastroduodenais, além de dar grande alívio na hipercloridria. Tem também grande indicação para uricenia, auxiliando na eliminação do ácido úrico e cálculos renais.

f) Fonte Jaime Sotto Mayor (Água Sulfurosa) – Esta água traz diversos benefícios para o organismo. Internamente, contribui no tratamento de diabetes e distúrbios do intestino grosso, como colites crônicas e pós-infecciosas. Já externamente, ajuda a melhorar processos alérgicos da pele e doenças do colágeno. Além disso, os gases liberados desta fonte são usados no tratamento de sinusite e problemas respiratórios. Ver foto abaixo.

Foto 2 – Placa de alerta sobre o uso do gás expelido na fonte.
g) Fonte Sulfurosa II (Água Sulfurosa) – Tem as mesmas propriedades da água da fonte Jaime Sotto Mayor, e sua ingestão contribui para o tratamento de diabetes, distúrbios do intestino, processos alérgicos da pele, além de sinusite e outros problemas respiratórios. Fica no Parque das Águas II.h) Fonte José Carlos de Andrade (Água Carbogasosa) – Por conter lítio em sua composição, esta água mineral é muito eficaz para tratamentos de depressão e estresse, além de processos alérgicos e de colites.i) Fonte Primavera (Água Ferruginosa) – Por possuir ferro, seus benefícios se assemelham aos da Fonte Ferruginosa (d), mas seu sabor é mais intenso. Suas propriedades são ideais para o tratamento de anemia e anorexia, além de ajudar a diminuir o cansaço e a fadiga.4.3 – O balneário: Às margens do grande lago fica o Centro Hidroterápico-Balneário. Em estilo colonial, foi inaugurado em 1935. Frequentado por personalidades, tais como, Getúlio Vargas, Marta Rocha, Juscelino Kubitcheck e outros, é considerado até hoje um dos principais pontos de visitação do Parque das Águas. Foi totalmente reformado em 2008, preservando seu estilo clássico. Dispõe de: banhos de banheiras e em ofurô, com água sulfurosa, massagens relaxantes e terapêuticas, sauna seca e a vapor, ducha escocesa, reflexologia, shiatsu, pedras quentes, drenagem linfática, além de procedimentos estéticos.
Foto 3 – Vista do Balneário.
4.4 – O lago e os passeios: Além das águas, o lago, com 90 mil metros quadrados, é a grande atração do parque. Caminhar pelas alamedas ajardinadas do parque, ao lado das matas ouvindo o som dos pássaros e sentindo o carinho da natureza, logo acalma o nosso coração. Ir ao Parque das Águas faz bem à alma. Com uma vegetação nativa com centenas de espécies, inclusive orquídeas raras e uma árvore pau-brasil plantada por Getúlio Vargas em 15 de março de 1931, o local também apresenta uma fauna variada. Se der sorte e encontrar com os macacos, vai divertir-se muito com eles. O parque em si tem 430 mil metros quadrados. Barcos, pedalinhos, quadras de esporte, lojas de artesanato, restaurante, auditório ao ar livre, são algumas das atrações do parque. Ao amanhecer e entardecer a paisagem ganha um espetáculo especial com a migração das aves que se concentram em uma das árvores que fica na ilha localizada no lago. As garças-vaqueiras, com sua brancura impecável, dão o tom desse espetáculo da natureza. Vale a pena ficar até o final do dia ou chegar bem cedo para assistir e registrar em fotos ou vídeos. Você não vai se arrepender.
 
Foto 4 – Vista do grande lago e ao fundo, o Balneário.
5 – PASSEIO DE MARIA FUMAÇA
Conhecido como Trem das Águas, o passeio liga São Lourenço a Soledade de Minas, margeando o Rio Verde, numa extensão de dez quilômetros. Tem a duração de duas horas (ida e volta). Em Soledade de Minas é possível fazer compras de artesanato e tomar um lanche na própria estação, onde o trem fica parado por cerca de 40 minutos. É um retorno ao passado, onde se revive o lirismo e um bucolismo de uma época que ainda está presente em muitas mentes e muitos corações. Durante o percurso alguns violeiros embalam animadamente os passageiros com canções sertanejas que, aliadas aos apitos da locomotiva, fazem da viagem um instante único em nossas vidas. Particularmente, o apito da locomotiva foi o que mais me emocionou, pois me trouxe muitas recordações de uma época em que viajava com meus pais, de trem, pelo interior paulista. Não chorei, mas faltou pouco. Em média, a composição tem 5 vagões, sendo um deles especial, com bancos estofados, onde são servidos alguns petiscos e bebidas durante a viagem. Os demais possuem bancos de madeira confortáveis. Em época de temporada e feriados prolongados é bom fazer reserva, pois a procura é muito grande. Em maio de 2013, o preço por pessoa era de R$ 40,00 nos vagões comuns e R$ 50,00 no vagão especial. Os horários: sábados – 10h e 14h30; domingos – 10h; feriados – horários a confirmar. Fica na Praça Ismael Souza, 9 – Bairro Estação. Informações: (35) 3332.3011; e-mail:tremdasaguas@hotmail.com; site: www.tremdasaguas.com.br. É um passeio imperdível.
Foto 5 – Trem das Águas na estação de São Lourenço pronto para partir.
6 – TELEFÉRICO
Fica no início da Avenida Dom Pedro II, uma das artérias principais da cidade. Custa R$ 15,00 por pessoa (maio de 2013), mas não vale a pena. Lá em cima, além da bela vista da cidade e dos arredores, não tem nada, estando totalmente abandonado. Há uma espécie de caseiro que fica por lá orientando os passageiros no embarque e desembarque das cadeirinhas. Não vale o preço e é um passeio descartável.
 
Foto 6 – Topo do teleférico onde pode notar-se a situação de abandono do local.
7 – GARIMPO DA CACHAÇA – Mini Museu da Cachaça
O Sr. Edison te espera para um bom papo mineiro e para boas compras das inúmeras marcas de cachaça que ele vende por lá. A coleção de miniaturas em exposição é um colírio para quem aprecia a “danada”. Tem até miniatura original da Havana (de Salinas/MG), a R$ 15,00. As demais saem em média a R$ 8,00. Conversando com o Edison você vai saber muito da história dessa bebida tipicamente brasileira. Por exemplo: existem aproximadamente 30.000 marcas de cachaça, sendo que somente cerca de 5.000 são regularizadas. Segundo ele, a melhor cachaça do Brasil, depois da Havana, é a Salineira, além da Boazinha, ambas também de Salinas. Fica no Shopping Bavária, 1º. piso, loja 5 (Rua Washington Luiz esquina com a Coronel José Justino, no Centro). Horário de funcionamento: quinta, sexta e sábado, das 9h às 17h (fecha no almoço). Telefones: (35) 3339.2100 e 8443.8508; site: www.garimpodacachaça.com. Vale a visita.
Foto 7 – Vista parcial da coleção de miniaturas de cachaças.

8 – FAZENDAS
Com o slogan “Um espaço feito para toda a família”, a Quinta do Cedro é realmente um espaço muito agradável para se conhecer e passar momentos em contato com a natureza. Os charreteiros possuem algum convênio com eles, pois todos oferecem passeio até lá. Em maio de 2013, paguei R$ 20,00 do Centro até a fazenda, que é bem perto. Tem almoço em fogão a lenha, venda de embutidos artesanais, doces, queijos, pão com linguiça, cachaças e muitas outras guloseimas mineiras, além de peças de artesanato. É possível o contato com os animais da fazenda e para a criançada é um ótimo lugar de diversão. O endereço é Rua Maria da Glória Ensá, 500, Bairro São Lourenço Velho. A fazenda também tem hospedagem em chalés e as reservas podem ser feitas em (35) 8820.1232. Site: www.quintadocedro.com.br.

Foto 8 – Vista da Fazenda Quinta do Cedro.
Outra dica de um bom passeio é o Sítio Lagoa Seca, que oferece, além de passeio rural, um ótimo cardápio com pratos tipicamente mineiros. As crianças, em dois horários diferentes, dão leite aos cabritos. Os charreteiros também fazem esse percurso. Fica na Avenida Dr. José Pereira Garcia, 1, Bairro Lagoa Seca. Telefone: (35) 3332.2138. Siga pela Avenida Getúlio Vargas, uma das mais conhecidas de São Lourenço. Não tem como errar.9 – CHARRETES
Deixe o carro no hotel, pois para conhecer a cidade nada melhor do que fazer um passeio de charrete, que leva os turistas para os mais diferentes destinos do município. As charretes ficam na Avenida Comendador Costa (próximo à entrada do Parque das Águas). Os preços dos passeios são tabelados existindo uma placa com os valores. Informações: (35) 3332.1936 e 3332.2901.
Foto 9 – Vista da charrete do Edson, um mineiro ótimo de conversa.
10 – POLO COMERCIAL
A cidade é um dos principais polos comerciais da região, com lojas de artesanato, além das fábricas de doces, laticínios e malharias. A fábrica da Doces HUÉ fica em frente à estação ferroviária. Boas compras podem ser feitas nos centros de artesanato e nas galerias, onde se degustam deliciosos queijos, doces, biscoitos, cachaças, licores e ótimos cafés. A Galeria João Lage é uma ótima pedida para saborear bons cafés e chás da tarde (Avenida Comendador Costa x Rua Coronel Ferraz).
Na Rua Wenceslau Braz, 37 – Calçadão de São Lourenço, você vai encontrar a Unique Cafés Store, que é considerada uma das melhores cafeterias do país, segundo a Espresso em Revista, a principal publicação de café do Brasil (Ano 9 No. 37). Além do espresso primoroso, o local proporciona uma experiência completa com o café, e um manuseio bastante cuidadoso pelos baristas. Pode-se comprar no local os grãos da marca, em três versões: blend, frutado e cítrico, todos oriundos da Fazenda Sertão, em Carmo de Minas, dos mesmos proprietários da cafeteria. Além dos cafés você encontra vários quitutes colocados em uma mesa de madeira logo na entrada. Pão de queijo quentinho e sanduíches preparados na hora completam esse momento gastronômico.
11 – GASTRONOMIA
Muitos dos hotéis de São Lourenço não oferecem mais diárias completas, mas somente café da manhã. Não se preocupe, pois o que não falta são restaurantes, sítios e fazendas com vistas para a natureza e pratos preparados no fogão à lenha, além dos restaurantes no Centro e espaços que oferecem doces e salgados para comer no local e também levar para casa ou hotel. Todos sabem que, em Minas, você pode até dormir mal, mas comer mal, jamais. Pura verdade.
12 – HOSPEDAGEM
A rede hoteleira conta com mais de 60 opções, desde pousadas mais simples até grandes hotéis. O mais tradicional hotel da cidade é o Brasil (035) 3332.2000, que fica em frente ao Parque das Águas e oferece diária completa, assim como o Guanabara, na Avenida Getúlio Vargas, 423 – (035) 3332.2020. São dois ótimos hotéis, o Guanabara com diária mais em conta. Esses dois eu conheço e recomendo. Um dos mais novos da cidade é o Chateau De La Montagne, com 14 suítes e oito chalés, projetado dentro de uma extensa área verde. Alameda das Orquídeas, 357. Contato: (035) 3332.4060.
13 – TELEFONES ÚTEIS – DDD 035
Polícia Militar: 190
Bombeiros: 193
Defesa Civil: 147
Delegacia: 3332.6522
Hospital: 3339.2060
Pronto Atendimento Unimed: 0800-358500
Prefeitura: 3339.2700
Terminal Rodoviário: 3332.447614 – RECONHECIMENTO
O esloveno Marko Pogacnick, descreve em seu livro Brasil – Uma Trilha para o Paraísoque a estância de São Lourenço é um lugar com energias maravilhosas, cujas fontes se apresentam repletas de energias sutis e criativas, puras e simplesmente cheias de entidades da Natureza como em um “mundo de conto de fadas”.15 – CONCLUSÃO
São Lourenço é tudo isso e mais um pouco. Parece estar protegida de tudo. Pode ser por causa das montanhas que cercam a cidade, pode ser pela energia de suas águas ou simplesmente pela beleza natural de seu parque. Não sei. O que sei é que essa sensação de proteção, os doces, os queijos, os cafés e suas águas minerais fazem desse lugar do sul das Minas Gerais um encanto só.

About the author

Arnaldo Agria Huss

Se as pessoas conhecem meus textos, isso é o suficiente. Eles dizem tudo o que eu tenho para dizer, mesmo que as situações relatadas não tenham acontecido diretamente comigo...

Readers Comments (1)

  1. Realmente! São Lourenço é exatamente como o que foi comentado. Cidade maravilhosa do sul de minas onde tenho o orgulho de ter nascido e me criado. Vale a pena conhecer!

    Responder

Leave a comment

Your email address will not be published.


*